Rússia multa Google em 265 mil USD por violar lei de dados de russos

You are currently viewing Rússia multa Google em 265 mil USD por violar lei de dados de russos
Partilhar

A justiça russa multou ontem 16 de Junho a Google em 15 milhões de rublos (cerca de 265 mil USD), por se recusar repetidamente a armazenar os dados de utilizadores russos em servidores localizados na Rússia, conforme estipulado pela lei do país.

O Tribunal considerou a gigante norte-americana de serviços ‘online’ culpada de uma violação administrativa por falhar repetidamente as “suas responsabilidades de garantir a cópia, sistematização, recolha e armazenamento de dados pessoais de cidadãos russos em bancos de dados localizados em território russo”, revelou a agência Interfax.

De acordo com o regulador de comunicações russo (Roskomnadzor), cerca de 600 empresas estrangeiras residentes na Rússia, incluindo a Apple, a Microsoft e a Samsung, cumprem atualmente os requisitos da lei russa para armazenar os seus dados em servidores russos.

As empresas ou serviços que se recusarem a cumprir esse requisito podem enfrentar o destino da rede social LinkedIn, que foi bloqueada em 2016 a pedido do Roskomnadzor.

A Justiça russa já multou o Google em várias ocasiões por considerar que publicou “informações falsas” sobre a campanha militar na Ucrânia, em particular notícias sobre o número de vítimas civis em zonas de combate e sobre ligações extremistas que colocam em destaque os cidadãos russos e autoridades do país.

A Rússia anteriormente restringia o acesso a redes sociais como Facebook, Twitter e Instagram e não descarta o bloqueio da plataforma de vídeos online YouTube, que pertence ao Google, e que em meados de março bloqueou canais de informação estatal russos, como os Russia Today (RT), Rossiya 24 ou a agência Sputnik.

Deixe uma resposta